09/03/2020

Ética, política e justiça em Aristóteles: trechos selecionados (GPFDir 22ª ed.)

Ética, política e justiça em Aristóteles: trechos selecionados (GPFDir 22ª ed.)
Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito 22ª Edição

A partir de 16/03/2020.
Encontros semanais, nas segundas-feiras, das 17h45 às 18h45.
LOCAL: Curso de Direito ULBRA Canoas, Prédio 1, Sala 210.
+INFORMAÇÕES (Coordenação Direito): 51 3477 9142






OS ENCONTROS ESTÃO OCORRENDO EM EAD em razão da quarentena!!!

Terças: 14h, Instagram e 15h30 Google Meet
Veja todos os encontros anteriores no YouTube: [AQUI]




O Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito está em sua vigésima segunda edição. Há mais de dez anos promovemos a formação integral de nossos pesquisadores sob a supervisão do professor Dr. Leandro Cordioli. A nossa preocupação fundamental é produzir o conhecimento. PARTICIPE!!!



***Material do semestre [AQUI]!!!***




20/02/2020

17/02/2020

ÉTICA, HISTÓRIA E FILOSOFIA DO DIREITO




Em construção!!!


LINK PARA A PASTA DA DISCIPLINA [AQUI]!


Creonte era sensato? Veja “O que é sensatez?”



Por que estudar filosofia do direito? O que é filosofia do direito? Estudo na Alemanha?




Por que estudar a filosofia do Direito?


12/10/2019

4ª Jornada ULBRA de Filosofia do Direito | Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo



4ª Jornada ULBRA de Filosofia do Direito
Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo

Evento realizado em homenagem ao
professor Dr. Ricardo Willy Rieth, Magnífico Reitor da ULBRA,
29-31/10/2019, ULBRA Canoas.



A 4ª Jornada ULBRA de Filosofia do Direito realizada em homenagem ao professor Dr. Ricardo Willy Rieth, Magnífico Reitor da ULBRA, reunirá pesquisadores de diversas instituições e áreas do saber em torno de um tema premente no panorama social e universitário atual: "Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo".

Vivemos em uma época de revolução no acesso à informação nunca antes experimentada pela humanidade. O aspecto positivo, evidente neste novo paradigma, é a difusão do conhecimento científico através da Internet muito mais democrático e rápido. Uma pesquisa inovadora, uma descoberta científica que contribuirá para o bem da humanidade e mesmo notícias políticas, ou cotidianas, estão disponíveis instantaneamente nas telas de smartphones e computadores no momento em que são produzidas ou postadas. Certamente, estas são as questões positivas resultantes da era da informação.

Porém, outra face desta revolução é fonte de grandes desafios também nunca enfrentados pela ciência, ética e humanidade. A difusão fácil e ágil de informações traz inúmeros problemas, dentre os quais destacam-se notícias falsas (fake news) nos âmbitos políticos e científicos. O fenômeno que se convencionou denominar de pós-verdade, em que não há preocupação com a verdade daquilo que é noticiado, é uma epidemia nas redes sociais. Notícias falsas são fabricadas com a finalidade de influenciar emocionalmente as pessoas, possibilitando a sua manipulação para qualquer finalidade política ou perversa. Apenas para exemplificar, a ciência já sofreu com estes ataques através da divulgação de notícias falsas a respeito de vacinas, trazendo de volta doenças consideradas erradicadas. As democracias estão em risco a cada eleição, vendo a escolha de seus representantes políticos ocorrerem com base em factoides, ou fabricações de escândalos manipulativos do eleitorado.

Neste contexto, o evento possui como objetivo levar os pesquisadores das mais diversas áreas do saber a refletir sobre o papel da universidade, da ciência e da filosofia nestes novos tempos, contribuindo dessa forma para o bem da humanidade.

Universidade Luterana do Brasil - ULBRA Canoas
Auditórios 219 e 220 do Prédio 1 e Capela.
Av. Farroupilha, 8001 - Canoas/RS.
E-mail: direito.canoas@ulbra.br
Telefone: (51) 3477-9142

Terça-feira, dia 29/10, das 19h às 21h, Auditório 220 do Prédio 1;
Quarta-feira, dia 30/10, das 14h às 18h e das 19h às 22h, Auditório 219 do Prédio 1;
Quinta-feira, dia 31/10, das 14h às 18h30 e das 18h30 às 22h, Capela da ULBRA Canoas.

Evento gratuito, aberto à comunidade e com certificação de horas complementares. Inscrições no local. Vagas limitadas à capacidade dos auditórios.


+INFORMAÇÕES:
www.GPFDir.com
http://www.ulbra.br


ORGANIZAÇÃO:
Coordenadora do Curso de Direito Profa. Dra. Alessandra Mizuta de Brito
Líder Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito, Prof. Dr. Leandro Cordioli
Capelão Universitário do Campus Canoas Pastor Me. Mário Rafael Yudi Fukue
Capelão Geral da AELBRA Pastor Me. Maximiliano Wolfgramm Silva
Curso de Direito Profa. Ma. Michelle Fernanda Martins
PPGEdu e Curso de Direito Prof. Dr. Moysés da Fontoura Pinto Neto
Coordenador do Curso de Teologia Prof. Dr. Thomas Heimann


COMISSÃO DISCENTE:
Integrantes do GPFDir: Alexandre Rosa Pereira, Débora Padilha Nobre, Évellyn da Silva de Abreu, Graziele Jacks Leite, Guilherme Machado Siqueira, Hiasmynn Quinhones, José Leonardo Garcia dos Santos, Juliano Gonçalves da Silva, Jupira Maria Bittencourt da Silva, Lucas dos Santos Koszeniewski, Nathalia Gomes Silveira, Paulo André Borges Hendler, Paulo Renato Paim Junior, Sharon Ribeiro Castro e Thais Soares.



PROMOÇÃO:
Pastoral da ULBRA
Cursos de Direito e Teologia ULBRA Canoas
Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito [www.GPFDir.com]

APOIO:
ULBRA Direção do Campus Canoas
Extensão e Assuntos Comunitários ULBRA 



PROGRAMAÇÃO:



ABERTURA OFICIAL - 4ªJUFDIR – AUDITÓRIO 220, do Prédio 1.
4ª JORNADA ULBRA DE FILOSOFIA DO DIREITO


Terça-feira, dia 29/10, das 19h às 21h


19h-20h30 ABERTURA OFICIAL pelas autoridades institucionais e homenagens ao Magnífico Reitor Ricardo Willy Rieth.

20h30 CONFERÊNCIA INAUGURAL “Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo”. Professor Dr. Ricardo Willy Rieth. Magnífico Reitor da ULBRA. Pós-Doutor em História da Igreja (Universidade de Leipzig). Doutor em História da Igreja (Universidade de Leipzig). Graduado em Teologia (Seminário Concórdia). Graduado em Ciências Sociais (UNISINOS). Professor de História e Teologia na ULBRA Campus Canoas. Membro do Comitê Científico do Internacional Congress for Luther Research. Coordena a Comissão Editorial de Martinho Lutero - Obras Selecionadas.




Quarta-feira, dia 30/10 – das 14h às 18h – AUDITÓRIO 219, do Prédio 1.


ATIVIDADE "A" | Mostra de Iniciação Científica (banners)
Quarta-feira, dia 30/10, das 14h às 18h, saguão do Auditório 219, do Prédio 1.

Realização da Mostra de Iniciação Científica para Acadêmicos de Graduação.
*Regulamento disponível em  www.ulbra.br/canoas/extensao/eventos


ATIVIDADE "B" | Comunicações
Quarta-feira, dia 30/10, das 14h às 18h, Auditório 219, Prédio 1.

14h-14h20 "O impacto das fake news na dignidade da pessoa humana em época de pós-verdade." Alexandre Rosa Pereira. Graduando em Direito (ULBRA, Canoas). Licenciado em Letras Português e Literatura Brasileira (ULBRA, São Jerônimo). Pesquisador voluntário do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas).

14h20-14h40 "O fenômeno das fake news e seus reflexos negativos na saúde pública”. Hiasmynn Quinhones. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas).

14h40-15h "A falsa verdade por trás das propagandas totalitárias em Hannah Arendt: uma análise do impacto das fake news na contemporaneidade". Évellyn da Silva de Abreu. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas).

15h-15h20 "A ineficiência da investigação criminal em tempos de fake news". Graziele Jacks Leite. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas).

15h20-15h40 "A publicidade infantil no YouTube". Bruna Gengnagel. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Orientação Profa. Ma. Michelle Fernanda Martins. Curso de Direito (ULBRA, Canoas).

15h40-16h "Terrorismo hashtag: do discurso extremista da internet à reação penal". Guilherme Siqueira. Mestrando do Programa de Pós-graduação em Direito da Universidade La Salle. Bolsista Capes/Prosup. Bacharel em Direito (ULBRA, Canoas). Foi pesquisador voluntário do "Grupo de Pesquisas em Filosofia do Direito da ULBRA", no período de 2014 a 2019, e atualmente está vinculado ao "Grupo Criminalidade, Direito e Sociedade da Universidade La Salle".

16h-16h20 Intervalo

16h20-16h40 "A teologia da Cruz em diálogo com a fé e ética em Jurgen Moltmann". Fernando Cardoso Bertoldo. Doutorando em Teologia (EST). Mestre em Teologia (PUCRS). Graduação em Psicologia PUCRS.

16h40-17h "A ação da Igreja Luterana na proclamação da verdade do evangelho em contextos urbanos". Tiago Surian. Graduando em Teologia (ULBRA, Canoas). Orientação Prof. Me. Mário Rafael Yudi Fukue. Curso de Teologia (ULBRA, Canoas).

17h-17h20 "Fé e verdade no trabalho da igreja com adictos". Daniel Lessa. Graduando em Teologia (ULBRA, Canoas). Orientação Prof. Me. Mário Rafael Yudi Fukue. Curso de Teologia (ULBRA, Canoas).

17h20-17h40 "A liturgia como proclamação da verdade para adolescentes". Magno Souza Santos. Graduando em Teologia (ULBRA, Canoas). Orientação Prof. Me. Mário Rafael Yudi Fukue. Curso de Teologia (ULBRA, Canoas).

17h40-18h "O direito à memória frente a pós-verdade: o caso da ditadura militar no Brasil". Luana Breyer. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas). Paula Carolina de Barros. Graduanda em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas).



19h às 22h - Palestras

19h10 - Palestra: "Ética Política e Verdade em Lutero". Palestrante Dr. Martin Drehen. Doutor em Teologia graduação em Teologia com concentração em História da Igreja (Ludwig-Maximilians-Universität München). Graduado em Teologia (Escola Superior de Teologia). Foi professor na Faculdades EST.  Professor emérito na Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Latino-Americana, atuando principalmente nos seguintes temas: imigração alemã, Rio Grande do Sul, imigração, Brasil e religião.

20h - Palestra: “A ética e a verdade na efetividade Kierkegaardiana”. Palestrante Dr. Clóvis Gedrat. Doutorando em Filosofia (PPGFil, UNISINOS). Mestre em Filosofia (PPGFil, UNISINOS). Licenciado em Filosofia (UNISINOS). Bacharel em Teologia (ULBRA). Bacharel em Teologia (Seminário Concórdia). Coordenador do Curso de Filosofia-Bacharelado (UNISINOS). Coordenador do Curso de Filosofia-Licenciatura (UNISINOS). Coordenador PIBID/Filosofia (UNISINOS). Pesquisador do Núcleo de Estudos Kierkegaardianos. Integrante do Grupo de Pesquisa Ética, Biopolítica e Alteridade. Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Søren Kierkegaard (SOBRESKI). Professor de Teologia (ULBRA). Professor de Filosofia e Antropologia (UNISINOS).

20h50 – Palestra: “Ética e Pesquisa em Educação”. Palestrante Dra. Lodenir Karnopp. Doutora e Mestre em Linguística e Letras (PUCRS, 1999). Desenvolve pesquisas no campo dos Estudos Culturais em Educação, com ênfase em Línguas de Sinais e Educação de Surdos. Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), na modalidade de Produtividade em Pesquisa.




Quinta-feira, dia 31/10 – Capela da ULBRA

Quinta-feira, dia 31/10, das 14h às 18h30 | Workshop

14h-14h30 “Fake news e discurso de ódio”. Alessandra Mizuta de Brito. Doutoranda em Educação (ULBRA, Canoas). Doutora em Direito Processual Civil (PPGDir, PUCRS: Bolsista CAPES). Mestra em Direito Empresarial e Cidadania (UNICURITIBA). Especialista em Direito Privado (IBEJ/CESCAGE) e em Metodologia e Didática do Ensino Superior (CEULJI/ULBRA). Bacharela em Direito (Faculdade de Direito de Curitiba). Professora e Coordenadora do Curso de Direito (ULBRA, Canoas). Advogada. Membro da Comissão de Educação Jurídica (OABRS). Membro do Comitê de Ética em Pesquisas em Seres Humanos (CEP, ULBRA). Avaliadora ad hoc do BASIS (MEC/INEP).

14h30-15h "A ética e a pesquisa empírica no Direito". Michelle Fernanda Martins. Mestre em Direito e Sociedade pela Universidade La Salle (UNILASALLE). Especialista em Direito Público pela Faculdade Instituto de Desenvolvimento Cultural (IDC). Graduada em Direito pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA). Professora de Direito da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA). Advogada. Atua como juíza leiga, vinculada ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS), no Juizado Especial Cível (JEC) do Fórum da Comarca de Canoas.

15h-15h30 "Educação cívica e os limites do Direito na era da informação: o desafio das fake news e deep fakes". Leandro Cordioli. Doutor em Filosofia (PPGFil, PUCRS). Mestre em Direito (PPGDir, UFRGS). Especialista em Direito Civil: Contratos numa Economia de Mercado (UFRGS). Especialista em Direito da Economia e da Empresa (FGV). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais (PUCRS). Professor de Filosofia Direito (ULBRA, Canoas). Professor líder do GPFDir. Advogado.
Nathalia Gomes Silveira. Graduada em Direito (ULBRA, Canoas). Pesquisadora voluntária do Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito (ULBRA, Canoas). Graduanda em Letras (UNIASSELVI, Cachoeirinha). Advogada.

15h30-16h “Pós-verdade e Processo Penal: o perigo do amor à primeira vista”. José Conrado Kurtz de Souza. Mestre em Filosofia (PPGFil, PUCRS). Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais (PUCRS). Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS).

16h-16h30 "A verdade ao paciente na terminalidade da vida: desafios éticos". Thomas Heimann. Doutor em Teologia (EST). Mestre em Teologia (EST). Graduado em Teologia (Faculdade de Teologia do Seminário Concórdia). Graduado em Psicologia (ULBRA, Canoas). Coordenador do curso de Teologia da ULBRA, nas modalidades presencial e EAD. Professor titular da Universidade Luterana do Brasil na área da Graduação e Pós-Graduação. Tem experiência na área do aconselhamento pastoral e na psicologia, com ênfase em Psicologia Clínica. Atua como professor convidado do curso de especialização em Aconselhamento e Psicologia Pastoral da EST.

16h30-17h Intervalo musical com violão e voz (graça e verdade)

17h-17h30 "Graça e verdade como princípio ético das Confissões Luteranas". Reverendo Mário Rafael Yudi Fukue. Doutorando em Teologia (Concordia Seminary, Saint Louis, EUA). Mestre em Letras (PPGL, UPF). Cursou disciplinas de 'Mestre em Divindade" (Saint Louis, Concordia Seminary) como aluno bolsista do "ICSP-CSLS Exchange Program". Bacharel em Teologia (Faculdade Est). Bacharel em Teologia (Seminário Concórdia, Faculdade de Teologia). Capelão Universitário (Unidade Canoas).

17h30-18h "Ética na política X ética da política: a crise da democracia representativa liberal na contemporaneidade". Honor de Almeida Neto. Doutor em Serviço Social (PUCRS). Mestre e Graduado em Ciências Sociais (PUCRS). Atualmente é professor titular no curso de graduação em Pedagogia, Ciências Sociais, Direito e Serviço Social (presencial e EAD, e do Programa de Pós-graduação em Odontologia (ULBRA, Canoas).

18h-18h30 "Ética, política e ciência na era da pós-verdade". Moysés da Fontoura Pinto Neto. Doutor em Filosofia (PPGFil, PUCRS), com período-sanduíche no Centre for Research in Modern European Philosophy (Kingston - UK). Mestre em Ciências Criminais (PUCRS). Especialista em Ciências Penais (PUCRS). Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA). Professor de Direito da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).

18h30 - 18h45 Coffee Break

18h45 - 19h30  Inauguração do espaço pastoral "Café com Fé" e Apresentação musical em comemoração do Dia da Reforma

19h30 – 19h45 Apresentação musical no órgão de tubos: "Albert Schuaitzer".



19h45 - 21h30 MESA REDONDA

Tema: “Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo”

Integrantes da mesa:
Professor Dr. Ricardo Willy Rieth. Magnífico Reitor da ULBRA. Pós-Doutor em História da Igreja (Universidade de Leipzig). Professor homenageado na 4º Jornada ULBRA de Filosofia do Direito, "Ciência, ética e verdade: um desafio contemporâneo", realizada na Universidade Luterana do Brasil, Campus Canoas, em 2019. Doutor em História da Igreja (Universidade de Leipzig). Graduado em Teologia (Seminário Concórdia). Graduado em Ciências Sociais (UNISINOS). Professor de História e Teologia na ULBRA Campus Canoas. Membro do Comitê Científico do Internacional Congress for Luther Research. Coordena a Comissão Editorial de Martinho Lutero - Obras Selecionadas.

Monsenhor Urbano Zilles, homenageado na 3ª Jornada Ulbra de Filosofia do Direito, "Fronteiras e horizontes atuais da ética na pesquisa", realizada na Universidade Luterana do Brasil, Campus Canoas, em 2018. Doutor em Teologia pela University of Münster (Alemanha). Licenciado em Filosofia pela Universidade Regional do Nordeste do Rio Grande do Sul (UNIJUI). Bacharel em Teologia pela Theologishe Hochschule Beuron (Alemanha). Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PUCRS, 1987-2004). Foi o responsável pela implementação do programa “Mil doutores no ano dois mil” na PUCRS, que revolucionou a pesquisa na universidade, servindo de modelo para outras instituições. Diretor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (PUCRS, 1979-1987). Direção e administração, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Pós-Graduação em Filosofia (PUCRS, 1973-1982). Professor da Pós-Graduação stricto sensu em Filosofia (UFSM). Professor da Graduação e da Pós-Graduação stricto sensu nos cursos de Teologia, Filosofia e Letras (PUCRS). Membro da Academia Brasileira de Filosofia. Recebeu muitas premiações e distinções acadêmicas, entre eles o Prêmio Destaque em pesquisa na área de Ciências Humanas e Sociais do Governo do Estado do Rio Grande do Sul em 2002.

Professora Dra. Iara Tatiana Bonin. Doutora em Educação (UFRGS). Mestre em Educação (UnB). Graduada em Pedagogia (UFSC). É coordenadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação (ULBRA, Canoas). Desenvolve estudos e orienta teses e dissertações que tratam das pedagogias e políticas da diferença, com foco na temática indígena e na literatura infantil. É autora, com outros colegas, de A diferença na literatura infantil: narrativas e leituras, editora Moderna, 2012, selecionado pelo PNBE-professor-2013. É Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (PQ 2), desenvolvendo atualmente o projeto "Pedagogias e políticas da diferença em contextos interculturais", que conta também com financiamento do CNPq (Universal 2016). Integra o Núcleo de Estudos sobre Currículo, Cultura e Sociedade (NECCSO) e o Grupo de pesquisa Cultura e Educação, do PPGEDU ULBRA.

Professor Dr. Walter Altmann. Possui graduação em Teologia pela Escola Superior de Teologia (1967) e doutorado em Teologia Sistemática pela Universidade de Hamburgo (1972). Realizou Pós-Doutorado pelo Luther Northwestern Theological Seminary (1987-1988). Atualmente é professor titular da Escola Superior de Teologia. Tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Teologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ecumenismo, teologia, teologia latino-americana, teologia da libertação e ética. Larga experiência e atuação no âmbito do ecumenismo nacional, continental e internacional.

20/09/2019

Filosofia e Direito: Um Diálogo Necessário para a Justiça

A presente obra "Filosofia e Direito: Um Diálogo Necessário para a Justiça" é fruto de um evento realizado em homenagem ao professor Dr. Draiton Gonzaga de Souza, Decano da Escola de Humanidades (PUCRS): a 2ª Jornada Ulbra de Filosofia do Direito. O evento buscou retratar a necessária transdisciplinaridade, explorando a intersecção entre filosofia, justiça e Direito, em que cada ramo da ciência pôde contribuir e receber contribuições do outro. Para tanto, contou com o esforço intelectual de mais de vinte e cinco pesquisadores que apresentaram os seus trabalhos nos dias 20, 21 e 22 de novembro de 2017, no Curso de Direito da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA), Campus Canoas.

Veja os dois volumes online gratuitamente: [AQUI]

Filosofia e Direito: Um Diálogo Necessário para a Justiça

Obra realizada em homenagem ao Professor Dr. Draiton Gonzaga de Souza, Decano da Escola de Humanidades (PUCRS).







ORGANIZADORES

Primeiro volume
Elton Somensi de Oliveira e Leandro Cordioli

Segundo volume
Alessandra Mizuta de Brito, Everton Miguel Puhl Maciel e José Conrado Kurtz de Souza


Veja a lista completa de autores e muitas fotos... [AQUI].


08/08/2019

GPFDir, 21ª ed. | A JUSTIÇA COMO A LEI DO AMOR: O DIREITO NATURAL DE FINNIS

A JUSTIÇA COMO A LEI DO AMOR: O DIREITO NATURAL DE FINNIS
21ª ed. | GPFDir.com

MATERIAL DO GRUPO DE PESQUISA ===> [AQUI]!!! <===
Obs. Link Dropbox válido no semestre 02/2019.

Atividade aberta à comunidade, gratuita e certificada com horas complementares.

A partir de 13/08/2019, “terça”-feira.

Encontros semanais, nas terças-feiras, das 17h45 às 18h45.
LOCAL: Curso de Direito, ULBRA Canoas, Prédio 1, Sala 205.
INSCRIÇÕES: Presenciais no primeiro encontro.
+INFORMAÇÕES (Coordenação Direito): 51 3477 9142.


Lives nas terças-feiras, a partir das 23h30, em:Fanpage Facebook (Prof Leandro Cordioli):[https://www.facebook.com/Prof.LeandroCordioli/]
Instagram (Leandro Cordioli): [https://www.instagram.com/leandrocordioli]

A justiça envolve amar ao próximo como a si mesmo? 
Venha estudar a teoria da lei natural de John Finnis. Veremos que a justiça exige muito mais do que a obediência estrita às regras de Direito.

O Grupo de Pesquisa em Filosofia do Direito está em sua vigésima primeira edição. Há mais de dez anos vem promovendo a formação integral de seus pesquisadores, sob a supervisão do professor Dr. Leandro Cordioli, no Curso de Direito da ULBRA Canoas. 

Nossa preocupação fundamental é produzir o conhecimento. Para tanto, desenvolvemos debates, estudos e eventos nas áreas das teorias da Ética, da lei natural, da justiça, do Direito e dos direitos humanos. Como estes são ramos da ciência prática, realizamos também atividades formativas em vista do pleno desenvolvimento acadêmico e Ético de seus integrantes.

Participe!!!







Veja o convite para o Grupo de Pesquisa em vídeo:




Live #1 | 21ª ed. GPFDir.com | A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis

APRESENTAÇÃO DO GRUPO, DO AUTOR E DO TEXTO DE ESTUDO

Lives nas terças-feiras, a partir das 23h30, em:
Fanpage Facebook (Prof Leandro Cordioli): https://www.facebook.com/Prof.LeandroCordioli/
Instagram (Leandro Cordioli): https://www.instagram.com/leandrocordioli

TEXTO DE ESTUDO: “Direito natural em Tomás de Aquino” 

Ensaio I - Filosofia Moral, Política e Jurídica de Tomás de Aquino
1. Interpretações e método 
2. Primeiros princípios da razão prática 
3. Princípios morais 
4. Virtudes
5. Comunidade política
6. O Estado: uma “comunidade completa” com governo “misturado” e “limitado”
7. Lei 




----//----



1. APRESENTAÇÃO
A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis
Live #1 da 21ª ed. GPFDir.com 

RESUMO deste vídeo:

APRESENTAÇÃO DO GRUPO, DO AUTOR E DO TEXTO DE ESTUDO









2. O MÉTODO DA LEI NATURAL DE JOHN FINNIS 
 A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis 
Live #2 da 21ª ed. GPFDir.com 
RESUMO deste vídeo: 
Os objetos da moral e da política
O argumento da função humana distintiva
A falácia naturalistaTeologia, moral e política em Tomás de Aquino 



3. 
LEI NATURAL  PRIMEIROS PRINCÍPIOS DA RAZÃO PRÁTICA EM JOHN FINNIS 1 
A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis
Live #3 da 21ª ed. GPFDir.com 
RESUMO deste vídeo: 
2. Primeiros princípios da razão prática
2.1. Precondição: capacidade para a autodeterminação para escolhas livres
2.1.1. Escolha, intenção e determinação para a ação
2.2. Contexto: o horizonte aberto da vida humana como um todo




4. LEI NATURAL  PRIMEIROS PRINCÍPIOS DA RAZÃO PRÁTICA EM JOHN FINNIS 2 
A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis
Live #4 da 21ª ed. GPFDir.com 
RESUMO deste vídeo: 
2. Primeiros princípios da razão prática
[…]
2.3. Na origem do dever
2.4. Primeiros princípios da razão prática
2.4.1. Os primeiros princípios são insights dos dados da experiência e possibilidade compreendida
2.4.2. Seus deveres não são inferidos de qualquer ser
2.4.3. Uma amostra de primeiro princípio: o conhecimento é digno de ser perseguido
2.5. Os outros bens básicos
2.6. Conhecidos por (ou a partir da) inclinação?
2.7. Somente incipientemente moral 





5. O PRINCÍPIO SUPREMO DA MORAL COMO A LEI DO AMOR EM JOHN FINNIS (1/2) 
Live #5 da 21ª ed  GPFDir
A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis


RESUMO deste vídeo (1/2):
1ª parte - gravado 10/09/2019 
3. Princípios morais
3.1 Consciência  
3.2 O princípio moral supremo






6. O PRINCÍPIO SUPREMO DA MORAL COMO A LEI DO AMOR EM JOHN FINNIS (2/2) 
Live #6 da 21ª ed  GPFDir
A justiça como a lei do amor: o direito natural de Finnis


RESUMO deste vídeo (2/2):2ª parte - próxima terça, dia 17/09/2019
3. Princípios morais […]
Amar ao próximo...
Amar a Deus...
Direitos naturais absolutos
Absolutos morais
3.2.1 A versão mais completa: o lugar do transcendente
3.3 Os preceitos morais são especificações adicionais deste princípio supremo e de suas especificações imediatas
3.4 Alguns exemplos
3.4.1 Homicídio
3.4.2 Adultério e outros tipos de atos contrários ao bem do matrimônio
3.4.3 Mentira
3.4.4 Normas negativas não excepcionáveis: mais prementes, ainda que nem todas ou sempre mais importantes





MATERIAL COMPLEMENTAR DE PESQUISA: [AQUI]

07/08/2019

YouTube | Declaração de direitos do homem e do cidadão, 1789.

Já estão disponíveis os 3 vídeos  sobre a “Declaração de direitos do homem e do cidadão”,  França, 26 de agosto de 1789.

Veja no YouTube toda a Playlist sobre Declarações de direitos humanos [AQUI].

Dá uma conferida agora, e aproveita para curtir o canal!!!

Em breve, devo subir mais novidades para o Grupo Pesquisa em Filosofia do Direito!!! Canal se dedica à teoria da justiça, direitos naturais e direitos humanos.



YouTube | Declaração de direitos do homem e do cidadão, 1789.
A Declaração de direitos do homem e do cidadão, França, 26 de agosto de 1789, ou DDHC, foi elaborada durante a Revolução Francesa, como uma resposta à opressão exercida pelo Rei Luís XVI contra os seus súditos. Ela pretende declarar os direitos naturais inerentes a todos os homens e os direitos cívicos dos cidadãos.

Repleta de ideais humanistas, foi elaborada ao mesmo tempo que se adotou uma política fanática e genocida que contrariava estes mesmos bons ideais. O sangue humano verteu em profusão das guilhotinas em razão da adoção do terror como política de Estado.

Apesar destas contradições, é um documento fundamental para a história dos direitos humanos, e que ainda merece ser estudado. Talvez a maior lição que ainda tenha a nos ensinar seja exatamente esta, a certeza fanática de bons ideais acaba por destruí-los.

Nesta videoaula, vou estudar o seu teor que foi dividido em três partes:

Vídeo #1: contexto histórico e Preâmbulo da Declaração.



Vídeo #2: do artigo 1º até o artigo 8º.




Vídeo #3: do artigo 9º até o artigo 17º.


25/07/2019

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO II






Plano de Ensino, texto e instruções (incluídas no pdf. do texto) para a primeira aula estão no link abaixo. O trabalho poderá ser pontuado pelo professor como avaliação complementar à prova de G1.
*Disponibilizo o Plano de Ensino, trabalhos e textos de IED II no link:
 =>  [AQUI]. <=


Vídeo do julgamento simulado [AQUI]

I SEMINÁRIO DE INVERNO CEU LAW SCHOOL - SÃO PAULO | FILOSOFIA MORAL E FILOSOFIA DO DIREITO EM JOHN FINNIS




I SEMINÁRIO DE INVERNO CEU LAW SCHOOL | SÃO PAULO
FILOSOFIA MORAL E FILOSOFIA DO DIREITO EM JOHN FINNIS

Fico muito honrado e feliz de participar neste maravilhoso evento a se realizar no dia 31 de julho de 2019,  quarta-feira, 14h30 – 16h45, Seminário 05 – Autoridade e Lei em John Finnis. O evento reunirá excelentes nomes da Filosofia do Direito para estudar a teoria da lei natural de John Finnis.

Local e data: Centro de Extensão Universitária, São Paulo, 30-31/7/2019.

Apresentei o trabalho “Moralidade, Direito e igreja no jusnaturalismo de John Finnis”.

Veja+ no site do Evento; https://ceulaw.org.br/programas/filosofia-moral-e-filosofia-do-direito-em-john-finnis/










Veja+ fotos e a programação completa [AQUI]!
*Fotos de fontes diversas das redes sociais.

História do Direito





Aqui disponibilizo o Plano de Ensino, os textos e as atividades da disciplina de História do Direito.

*Os textos são disponibilizados em pastas compartilhadas virtuais do Dropbox 
=> [CLIQUE AQUI]. <=

Cronograma História do Direito

1.  22/2 Apresentação da disciplina. Introdução ao tema
2.  01/3 Metodologia da Nova História do Direito
3.  08/3 Júri simulado: Antígona de Sófocles
4.  09/3 Semipresencial
5.  15/3 O direito na Grécia antiga: Antígona de Sófocles
6.  22/3 G1
7.  29/3 A Idade Média: Tomás de Aquino e a Equidade
8.  05/4 Montesquieu e os três poderes
9.  12/4  G2
10. 13/4  Semipresencial
11. 26/4 Substituição



Quer estudar mais sobre equidade? Veja [AQUI]!
Qualquer dúvida pode ser sanada em sala de aula ou pelo email disponibilizado no presente site em [Contate-me!]. Bons estudos!!!